30 de outubro de 2014

"Pensei que iria morrer a todo momento”, diz um dos pilotos

MAX AGUIAR E ISA SOUSA
DA REDAÇÃO


O piloto Evandro Rodrigues de Abreu e o copiloto Rodrigo Frais Agnelli falaram por 15 minutos com a imprensa nesta quinta-feira (30), após pousarem no Aeroporto Marechal Rondon.

Ambos descreveram os 40 dias que passaram desaparecidos como com "muito sofrimento".

"Não consegui pensar em computador ou celular. Só na minha família e em como conseguir voltar. Pensei que iria morrer a todo momento", disse Evandro. 
Rapidamente, os dois também descreveram como foi o tempo que passaram com os traficantes, segundo eles brasileiros, que sequestraram o avião. 

Conforme os pilotos, não houve violência durante o cativeiro. Armas foram apontadas para suas cabeças apenas no momento do sequestro, em Pontes e Lacerda. 

Ainda, segundo Evandro e Rodrigo, após a liberação por parte do grupo, eles andaram cerca de três horas. 

"No caminho tivemos que parar inúmeras vezes, porque não tinha água e estava muito quente. Descansávamos nas sombras que encontrávamos. Também não pedíamos informação porque temíamos que qualquer pessoa pudesse ser traficante", explicou Rodrigo. 
A região, conforme o relato dos pilotos, é tomada pelo tráfico. 

Riva fala sobre Interpol 

O deputado estadual José Riva (PSD) afirmou na tarde desta quinta-feira (30) que a Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal) já teria sido avisada do provável local onde o King Air roubado há 40 dias está. 

“Só não pega se não quiser”, afirmou o parlamentar, no Aeroporto Marechal Rondon.


Riva, assim como a esposa Janete e a família dos pilotos sequestrados aguardam no local a chegada de Evandro Rodrigues de Abreu e Rodrigo Frais Agnelli, ambos foram localizados em Guajará-Mirim (RO), cidade brasileira que faz divisa com a Bolívia. 

O deputado também afirmou à imprensa presente que o trabalho das polícias não surtiu efeito neste caso, pois as vítimas só conseguiram escapar por um desentendimento entre os sequestrados. Ainda, conforme Riva, investigar um crime em solo estrangeiro é muito mais difícil. 

Aeronave pousa (Atualizada às 13h59)

A aeronave que trouxe Evandro e Rodrigo acaba de pousar em Várzea Grande. Assim que saírem, os pilotos darão coletiva à imprensa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com