17 de fevereiro de 2015

Wendes Ferreira De Freitas, de 21 anos, morreu após colidir a moto Yamaha que pilotava contra uma carreta Scânia

ADILSON ROSA

O motociclista Wendes Ferreira De Freitas, de 21 anos, morreu após colidir a moto Yamaha que pilotava contra uma carreta Scânia.

O acidente ocorreu, nesta terça-feira (17), na BR 158 próximo de Ribeirão Cascalheira (740 quilômetros a leste de Cuiabá). A pancada foi tão violenta que o jovem morreu no local.

Segundo policiais rodoviários federais, o motorista da carreta, de 41 anos, escapou ileso. Ele seguia de Colina (TO) em direção a Vila Rica (MT).

Aos policiais, o motorista que sobreviveu disse que não teve como evitar o acidente, pois a moto invadiu a pista contrária. Após o acidente, ele parou a carreta e aguardou a chegada dos policiais.


Conforme a PRF, o jovem é a única vítima fatal nas rodovias federais em Mato Grosso durante a Operação Carnaval que se encerra nesta quarta-feira (18) ao meio-dia.

No ano passado, sete morreram em acidentes nesse mesmo período.

Operação

Os policiais lembram que o momento mais crítico das rodovias é a chamada “volta para casa”, quando ocorre o maior número de acidentes principalmente com vítimas fatais.

Ainda segundo os policiais, somente na segunda-feira (16) a tarde, num período de uma hora e meia, 20 motoristas foram multados por ultrapassagem proibida.

No final da tarde, os policiais depararam com um Fiat Uno que, por pouco, não provocou uma tragédia. Ele ultrapassava uma carreta em uma curva e em faixa contínua.

No sentido contrário, o superintendente da PRF e um policial que foram obrigados a jogar a viatura para o acostamento para não colidir frontalmente e matar a todos.

“Ele (o motorista do Uno) estava com a família inteira no carro. Retornamos, abordamos e autuamos”, destacou o policial.

O motorista relatou que dirige há 30 anos e pela imprudência, recebeu uma multa de 1.915,e ganho sete pontos na carteira.


“E a sorte de ter permanecido vivo com a família”, completou o policial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com