5 de maio de 2015

Nenhuma testemunha de Riva comparece em audiência, MPE anexa novas provas e defesa pede vistas

Arthur Santos da Silva/Jardel P. Arruda
Nenhuma testemunha de Riva comparece em audiência, MPE anexa novas provas e defesa pede vistas
Todas as testemunhas arrolada pela defesa do ex-deputado José Riva (PSD), e que seriam ouvidas na tarde desta terça-feira (5), faltaram a audiência na 7ª Vara Criminal de Cuiabá. Vários ex-deputados sequer foram encontrados para poderem receber a notificação judicial, enquanto outros remarcaram a data para comparecer. A juíza Selma Rosane dos Santos aproveitou audiência para definir a data em que o réu será ouvido: 23 de maio.

Quem também aproveitou a oportunidade foi o Ministério Público Estadual, que anexou novas provas ao processo. A defesa de José Riva, representada por Rodrigo Mudrovistch, Valber Melo e George Andrade Alves pediram vistas do processo para analisarem o novo conteúdo.

Confira quem faltou:

Devido a compromissos pessoais, o deputado Guilherme Maluf (PSDB), atual presidente da Assembleia Legislativa, adiou seu depoimento para o dia 9 de junho. A Justiça não conseguiu localizar o deputado Wagner Ramos (PR); os ex-deputados Pedro Satélite (PSD), Airton Português (PSD) e Sérgio Ricardo (ex-PR), atual conselheiro do Tribunal de Contas.

Destes, a defesa insistiu na oitiva com Português e forneceu um novo endereço, uma fazenda no município de Araputanga. Ele poderá ser ouvido na própria propriedade rural, através de carta precatória. A banca de José Riva afirmou que estará presente por se tratar de uma testemunha de defesa.

Datas confirmadas

Já Romoaldo Júnior (PMDB), que substituiu Riva na presidência da AL quando ele foi afastado, está confirmado para o dia 28 de maio, enquanto Mauro Savi (PR) será ouvido dia 23 deste mês, mesmo dia do réu, de quem foi primeiro secretário da última gestão do réu na Casa de Leis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com