20 de setembro de 2015

Tática tucana anti-Dilma: deixar sangrar

fhcisisNa avaliação majoritária do PSDB, Dilma Rousseff ainda tem que sangrar mais alguns meses pelo menos antes do impeachment.
O PSDB já começa, nos bastidores, a se entender com Michel Temer.
Fora José Serra, que quer participar de um eventual governo Temer, a maioria do partido já avisou que apoiaria o governo no Congresso, mas não quer cargos na administração federal.
Em todas as suas conversas com líderes de partidos aliados, Dilma Rousseff não deixa de falar no impeachment.
Em sua delação premiada, Renato Duque está entregando a cabeça do pecuarista, homem de (muitos) negócios e amigão de Lula, José Carlos Bumlai.
Por Lauro Jardim – Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com