4 de setembro de 2015

Temer diz que é difícil Dilma resistir mais 3 anos com popularidade baixa

O vice-presidente, Michel Temer (PMDB), durante evento com empresários em São Paulo
O vice-presidente da Republica, Michel Temer, disse, em mais uma rodada de conversas com empresários de São Paulo, nesta quinta-feira (3) que será difícil Dilma Rousseff chegar até o fim do mandato se permanecer com índices tão baixos de popularidade.
Questionado sobre as hipóteses que rondam o fim precoce do governo –renúncia, impeachment, cassação via Justiça Eleitoral ou a manutenção do governo mesmo sob forte crise– afirmou que Dilma não “é de renunciar”. “Ela é guerreira, não me parece que ela seja, digamos, renunciante”, afirmou à Folha de São Paulo. Logo em seguida, asseverou que “é preciso melhorar o que está aí”.
O vice disse que com a medidas que estão sendo tomadas acredita que as coisas tendem a melhorar em meados do ano que vem. Depois da fala otimista, no entanto, retomou o assunto: “Hoje, realmente, o índice [de aprovação do governo] é muito baixo. Ninguém vai resistir três anos e meio com esse índice baixo. (…) Se continuar assim, eu vou dizer a você, 7%, 8% de popularidade, de fato, fica difícil”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com