3 de novembro de 2016

Preso fica entalado em vaso sanitário ao tentar fugir de delegacia de Nova Ubiratã

Uma tentativa de fuga terminou de forma bizarra, na madrugada desta quarta-feira (02), em Nova Ubiratã.

Um jovem, de 18 anos, ficou entalado na rede de esgoto da Delegacia de Polícia Judiciária Civil do município, onde era mantido sob custódia depois de ser acusado pelo crime de estupro.

O suspeito ficou entalado pela cintura e só conseguiu sair do buraco com a ajuda de policiais civis e militares que foram acionados por vizinhos que ouviram os pedidos de socorro vindos da delegacia.

“Ele [preso] arrancou o vaso sanitário do piso e em seguida cavou um buraco pela rede de esgoto. Ele só errou no cálculo já que por ser um rapaz de porte físico avantajado precisaria de um espaço maior para conseguir passar”, explicou o Investigador Charles Jordão, da Polícia Civil.

O jovem permaneceu preso no buraco por quase duas horas. Os policiais precisaram utilizar ferramentas, como enxada e enxadões, para retirar o excesso de terra e resgatar o bandido trapalhão.

Para evitar uma nova tentativa de fuga o suspeito foi transferido de cela. Segundo a Policia Civil ele será recambiado, nas próximas horas, para o Centro de Ressocialização de Sorriso (CRS). De acordo com a Polícia Civil o jovem havia sido preso, horas antes, acusado de estuprar a própria tia, uma dona de casa de 33 anos.

Peritos da Politec de Sorriso foram acionados e devem realizar ainda hoje uma perícia no local, conforme procedimento padrão.


Falta de estrutura – Devido o número reduzido de policiais a delegacia permanece desguarnecida durante o período noturno e as fugas do local já se tornaram frequentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com