21 de agosto de 2007

Infiéis ainda poderão perder mandato

Àqueles detentores de mandato eletivo que acreditam estarem salvos de perder seu mandato com a aprovação pela Câmara dos Deputados da fidelidade partidária, correm o risco de serem surpreendidos.

Os deputados João Malheiros (chefe da Casa Civil) Wagner Ramos, Roberto França, Sérgio Ricardo, Mauro Savi e Sebastião Resende, além do deputado federal Homero Pereira, eleitos pelo PPS e que trocaram o partido pelo PR junto com o governador Blairo Maggi, ainda não estão confortáveis.

Isso vale também para os parlamentares municipais.

O Partido Social Liberal (PSL) protocolou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a consulta, com o objetivo de esclarecer dúvidas sobre a força do efeito retroativo em legislação que venha a ser alterada pelo Congresso Nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com