27 de janeiro de 2009

Operação de "guerra" é montada pelo PSDB

O jornal A Gazeta informa que os caciques tucanos estão, desde a semana passada, colocando panos quentes na crise aberta pela deputada federal Thelma de Oliveira ao renunciar a secretaria-geral do PSDB de Mato Grosso.

A sua decisão, segundo informações, foi tomada em razão do prefeito de Cuiabá e presidente regional da legenda, Wilson Santos, não ter aceito a sua indicação para que o primeiro secretário do partido, Aparecido Alves, o Cido, fosse comandar a Agência de Habitação do Município.

O descaso com que foi tratada na questão, teria provocado uma revolta na parlamentar, levando a renunciar no cargo e ignorar a candidatura do PSDB ao governo do Estado.

Na sua carta renúncia, ela diz que pretende se dedicar a sua reeleição, ao PSDB Mulher, da qual é presidente nacional, e ao projeto presidencial tucano e não cita a sucessão estadual, cujo principal nome da legenda é Wilson Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com