8 de dezembro de 2010

Vem aperto por ai

Vem aperto por aí. Ou mais aperto. O Governo Federal, através da futura administração começa a anunciar medidas de impacto consideradas medidas monetárias anti-inflacionárias, elevando o compulsório dos bancos e enxugando mais de 60 bilhões de reais que, segundo os analisas econômicos, terão não apenas reflexo no crédito como nos juros em mercado. César Maia, por exemplo, em seu ex-blog, revela que o déficit fiscal nominal ajustado de mais de 3% do PIB passou a exigir corte de gastos, tendo em vista a impossibilidade política de aumentar tributos em 2011. E o ministro Mantega já anunciou que o PAC-1, em execução, terá cronograma retardado e o PAC-2 não terá início em 2011. Esse governo ainda vai endoidar muitos prefeitos que aguardam as prometidas obras. É osso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com