6 de maio de 2011

Jovem, negro e nordestino

Brasileiros que vivem em situação de extrema pobreza são negros, ou pardos, jovens e vivem na região Nordeste. O levantamento é do próprio governo federal com base no Censo realizado em 2010 pelo IBGE e complementado com estudos do Ipea.

Com base nesses dados o governo brasileiro passou a considerar que famílias que vivem com renda de apenas 70 reais são consideradas extremamente pobres. Esse parâmetro será usado pelo próprio governo na execução do plano "Brasil sem Miséria" a ser lançado brevemente.

A se considerar esses dados então vivem na situação de extrema miséria nesse País nada menos de 16 milhões e 200 mil brasileiros, o que equivale a 8,5 por cento do total de nossa população.

E desses se constatou que quase 71 por cento são pardos ou pretos e quase 51 por cento deles têm, no máximo, 19 anos de idade. E mais um dado esclarecedor dessa pesquisa: 60 por cento destes vivem na região Nordeste.

Pelos planos da presidente Dilma Rousseff vai ser possível erradicar a extrema pobreza no Brasil nos próximos quatro anos.

Trata-se como se vê de algo ousado e de um esforço que será empreendido pelo governo federal com apoio nos governos estaduais e municipais. A isso se pode chamar de luta titânica na qual deve se engajar toda a sociedade brasileira.

Demagogia à parte, nosso País tem que se unir nesse esforço que visa melhorar os padrões daqueles que estão em permanente situação de desvantagem. (Com texto de Carolina Pimentel, da agência Brasil, e que me foi remetido por Itamir Vieira). 

INGLÊS

Young, Black and Northeast

The majority of Brazilians who live in extreme poverty is black, or brown, young and live in the Northeast. The survey is the federal government itself based on the census conducted in 2010 by IBGE and IPEA complemented with studies.

Based on these data the Brazilian government began to consider that families living with real income of only 70 are considered extremely poor. This parameter is used by the government in implementing the plan "Brazil without Poverty" to be released soon.

In considering these data so live in extreme poverty in this country no less than 16 million 200 thousand Brazilians, which equates to 8.5 per cent of our population.

And these are found almost 71 percent are black or brown and almost 51 per cent have at most 19 years old. And one further clarifying this survey: 60 percent of these live in the Northeast.

By the plans of President Rousseff will be possible to eradicate extreme poverty in Brazil over the next four years.

This is how you see something daring and an effort will be undertaken by the federal government support in state and local governments. But one may call a titanic struggle in which he must engage all of Brazilian society.

Demagoguery aside, our country must unite in this effort to improve the standards of those who are in permanent disadvantage. (With text by Carolina Pimentel, Brazil agency, and I was referred by Itamar Vieira).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com