25 de maio de 2015

Prefeitos e aumento que vão de 1,5% a 9%

Romilson Dourado

Prefeitos estão concedendo reajustes salariais a seus servidores, que variam de 1,5% a 9%, e incluindo eles próprios. Lino Cupertino Teixeira (PR), de Figueirópolis D’Oeste, concedeu 8,34% de aumento nos vencimentos e subsídios dos servidores efetivos e comissionados. Considerou a variação do INPC de maio de 2014 a abril deste ano. Os mesmos 8,34% foram considerados pelos prefeitos de Nobres, Sebastião Gilmar da Silva, o Gilmarzinho (PSD); e de Tapurah, Luiz Umberto Eickhoff (PDT).



Lisú Koberstain (PMDB) reajusta em 9% a folha do funcionalismo de Chapada dos Guimarães

Lisú Koberstain, que era vice e assumiu Chapada dos Guimarães (PMDB) em definitivo, em março, com a renúncia de José Neves (PSDB), autorizou reajuste de 9%.
Em Nossa Senhora do Livramento, o prefeito Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (PP), para atingir o piso nacional dos professores da educação básica, anunciou aumento de 19,85% na folha de maio aos profissionais do setor. Assegura que o aumento salarial não eleva as despesas com folha além do limite permitido pela lei fiscal.
Em Jauru, a prefeita Enércia Monteiro dos Santos (PT) deu aumento de 8,34% não só para os efetivos, mas também para aqueles que ocupam cargos comissionados, incluindo ela própria, o vice, secretários e adjuntos. Enércia passa a ganhar R$ 13,5 mil. O vice Eliseu Marcelino da Rocha (PSC) receberá R$ 6,7 mil. Conforme o decreto 63, assinado pela petista, o subsídio de secretário vai a R$ 4,2 mil e, de adjunto, a R$ 3,2 mil, ficando inferior ao vencimento de assessor administrativo representativo, com salário de R$ 4 mil.


Baixinho Piovesan (Pros) dá aumento de 1,5% aos servidores de Porto dos Gaúchos e não inclui DAS


O menor reajuste foi concedido pelo prefeito de Porto dos Gaúchos, Moacir Pinheiro Piovesan, o Baixinho (ex-PSB e hoje Pros). Conforme a Lei 561, sancionada no último dia 21 após receber respaldo dos vereadores, o funcionalismo terá aumento de 1,5%, com validade a partir de 1º de maio. Ficam de fora do reajuste o próprio prefeito, vice, secretários e demais em cargos de provimento em comissão, e também servidores do Plano de Cargos e Carreira da Educação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com