15 de outubro de 2018

PSDB perde seus dias de glória em Mato Grosso

Alckmin recebeu apenas 67.498, ou 4,13% do total em MT

Uma comparação entre os números da apuração presidencial em 2014 e 2018 mostra o tamanho do desastre eleitoral que se abateu sobre o PSDB em Mato Grosso. 

 Em 2014, o então candidato tucano Aécio Neves teve 693.251 votos no Estado, o que correspondia a 44,47%. 

 Já em 2018, Geraldo Alckmin recebeu apenas 67.498, ou 4,13% do total. Estado tradicionalmente tucano em eleições presidenciais, Mato Grosso repetiu o movimento de muitas outras unidades da federação. 

Ou seja, os votos do PSDB migraram em peso para Jair Bolsonaro, escolhido por 981.119 (60,04%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com