21 de setembro de 2019

Previdência: aprovação antecipa aposentadorias no MP


A perspectiva de aprovação da reforma da Previdência no Congresso provocou baixas no Conselho Superior do Ministério Público de SP, que tem entre suas atribuições definir a movimentação da carreira e a promoção de promotores.

A mais recente aposentadoria é a do secretário do órgão, Augusto Rossini.

Dos 9 membros eleitos para o conselho, só 6 permanecem na instituição. Em média, 14 integrantes do MP-SP se aposentam por ano. Em 2019, o número já passou de 80.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com