27 de julho de 2007

Lula é vaiado mais uma vez

Apesar da blindagem preparada pelo Planalto e pelo governo petista de Sergipe, permitindo que apenas pessoas com convites em mãos, cuidadosamente distribuídos pelos organizadores da cerimônia de lançamento do Programa de Aceleração Econômica, em Aracaju, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi duas vezes vaiado, ontem, por um pequeno grupo de funcionários do Incra, do Ministério da Cultura e estudantes da Universidade Federal de Sergipe, que estão em greve.

As vaias, no entanto, acabaram sendo abafadas pelos aplausos e gritos de "Olê, Olê, Olá, Lula, Lula", dados principalmente por militantes petistas e do MST, convidados para o evento, que defenderam o presidente e chegaram a desentender com os grevistas.

Na cerimônia, os seguranças do Planalto e do evento tomaram ainda a faixa vermelha dos manifestantes que dizia "Lula traidor". A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, coordenadora do PAC, também foi vaiada pelo menos duas vezes pelos poucos manifestantes contrários ao governo, presentes ao evento.

Foi como disse recentemente neste espaço. Os brasileiros sabem que não têm tanta força assim para desalojar os corruptos que agem livremente em Brasília. Porém, de outra coisa sabem: as vaias incomodam. E por isso mesmo, estão com gargantas afiadas para a qualquer momento e em qualquer lugar, "malharem" os que promovem politicagem, seja na esfera que for.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com