16 de agosto de 2009

Escolas serão obrigadas a fornecer informações aos pais

Melhorar o acompanhamento da família em relação à vida escolar das crianças e adolescentes.

Esse é um dos objetivos da lei 9.394, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, que teve uma alteração no artigo 12.

A mudança estabelece que a partir de agora as escolas, tanto públicas quanto privadas, têm de fornecer informações aos pais, conviventes ou não com seus filhos, e responsáveis pelos alunos sobre o rendimento escolar.

Muitas escolas da rede privada se utilizam de câmeras filmadoras e catracas para monitorar o comportamento dos alunos e controlar a frequência às aulas. Mas na rede pública isso ainda parece coisa de ficção.

Por isso mesmo, passo a defender a ideia de que em todas as escolas de Tangará da serra sejam implantadas câmeras em todas as salas de aula e nos corredores. Sem esquecer a catraca para controlar a entrada e a saída dos alunos e registrar a frequência de cada estudante.

Acredito que quando forem instaladas as primeiras câmeras, alguns dos meus colegas professores não gostarão muito da ideia de ser monitorados.

Mas isso é também para o nosso próprio bem e segurança. A presença das câmeras só nos trará benefícios e tranquilidade, uma vez que todos poderão acompanhar como vem sendo desenvolvido nosso árduo trabalho educacional.

Tenho quase que absoluta convicção que os pais de nossos alunos vão aprovar a iniciativa. Uma vez que poderão acompanhar em tempo real tudo que acontece nas salas de aula e corredores pelo site da escola.

Penso ainda que cada escola deveria criar seu boletim on-line com o objetivo de estreitar ainda mais os laços da instituição com os pais.

No meu entendimento esses procedimentos ajudariam muito a manter os pais ou responsáveis mais antenados com o desenvolvimento escolar dos filhos, e isso é muito importante para a formação do aluno.

Palavra deste professor que sabe o que é a realidade de uma sala de aula infantil, adolescente e jovem.

Um comentário:

  1. Prezado Professor e Colega!

    Nem vou discutir essa sua idéia por é extremamente agressiva e além disso fere o direito de liberdade. Mas gostaria de lhe indicar dois autores básicos que, pela sua assertiva não os estudo no seu curso de Pedagogia. Trata-se Michle Foucault, sobretudo, as obras vijiar e punir, a ordem do dicurso e, microfisica do poder; Além dele há Ervig Goffman com seu clássico Manicômios, prisões e conventos. Ao ler estes autores certamente refletir sobre esta afirmação que, no mínimo é neoliberal. Abraços

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com