30 de março de 2010

Prevenção à exploração sexual de crianças e adolescentes

De olho na projeção internacional do Brasil e no crescimento do turismo deste ano, o ministro do Turismo (Mtur), Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho, e o reitor da Universidade de Brasília (UNB), José Geraldo de Souza Júnior, apresentam ontem as metas e investimentos para o Projeto Nacional de Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Turismo de 2010.

O objetivo é impulsionar o Projeto, com novas ações a serem adotadas em todo o Brasil, além de aumentar o número de parceiros e formar mais multiplicadores a partir de 2010.

Há ainda ações a serem elaboradas de olho na realização de dois grandes eventos mundiais: Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016, os quais o Brasil será a sede.

A estimativa é de que com esses dois eventos haja um aumento de cerca de 600 mil turistas no Brasil, o que exige uma mobilização de muitos setores do governo federal e da sociedade.

De acordo com a Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), há mais de dois milhões de meninas e meninos vítimas de redes de exploração sexual, entranhadas na cadeia produtiva do turismo em todo o mundo.

No Brasil, a situação é considerada crítica em muitas capitais litorâneas, onde essas redes criminosas atuam impunemente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com