3 de maio de 2010

Triste situação a dos aposentados

A votação da medida provisória que prevê o reajuste para aposentados está virando uma novela. Depois de uma série de discussões em torno do percentual que será concedido, a votação passou uma semana sendo adiada e ganhou nova data para ir a plenário: amanhã.

Porém, é provável que a medida provisória continue sem ser votada, pois ainda há discórdia no índice a ser fixado.

O Governo Federal decidiu dar 6,14% aos aposentados, mas os senadores e deputados da base do presidente Luiz Inácio Lula da Silva tentam convencê-lo a aumentar a proposta, passando para 7%.

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou que, caso o Congresso Nacional aprove um índice maior do que os 6,14%, será feita uma análise do percentual, embora Lula já tenha dito que vai vetar reajuste maior decidido pela União.

DEFESA - Há ainda deputados que defendem um reajuste de 7,7% para os aposentados, o que, de acordo com o Governo Federal, extrapolaria os recursos previsto para o pagamento de inativos que recebem pelo INSS. No Brasil são mais de 24 milhões de aposentados.

A maioria deles, em torno de 18 milhões, recebe apenas o salário mínimo, o correspondente a R$ 510,00. A folha de pagamento dos aposentados brasileiros chega a R$ 16 bilhões por mês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com