11 de outubro de 2010

Para refletir: A FELICIDADE

Certo mercador enviou seu filho para aprender o segredo da felicidade com o mais sábio de todos os homens. O rapaz andou durante 40 dias pelo deserto, até chegar a um belo castelo.

Nele o jovem encontrou um sábio que conversava com todos e o rapaz teve que esperar duas horas até chegar sua vez de ser atendido.

O sábio ouviu atentamente o motivo da visita do rapaz. - Quero lhe pedir um favor - disse o sábio, entregando-lhe ao rapaz uma colher de chá, onde pingou duas gotas de óleo.

- Caminhe pelo meu palácio e enquanto você estiver caminhando, carregue esta colher sem deixar que o óleo seja derramado.

O rapaz começou a subir e descer as escadarias do palácio, mantendo sempre os olhos fixos na colher. Ao final de duas horas retornou à presença do sábio.

- Então - perguntou o sábio - você viu as tapeçarias do Pérsia que estão na minha sala de jantar? Viu o jardim que o Mestre dos Jardineiros demorou dez anos para criar? Reparou nos belos pergaminhos de minha biblioteca?

O rapaz, envergonhado, confessou que não havia visto nada. Sua única preocupação era não derramar as gotas de óleo que o Sábio lhe havia confiado.
Já mais tranquilo, o rapaz pegou a colher e voltou a passear pelo palácio, desta vez, reparando em todas as belezas que lhe apareciam. De volta à presença do sábio, relatou pormenorizadamente tudo que havia visto.

- Mas onde estão as duas gotas de óleo que lhe confiei? - perguntou o Sábio.

Olhando para a colher, o rapaz percebeu que as havia derramado.

- Pois este é o único conselho que eu tenho para lhe dar, disse o Sábio. O segredo da felicidade está em olhar todas as maravilhas do mundo, e nunca se esquecer das duas gotas de óleo na colher!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com