6 de dezembro de 2010

"Para o novo ano"


OS LIVROS

Dois meninos brincavam quando uma fada lhes apareceu e entregou um pacote a cada um e da mesma forma que apareceu, sumiu.

Elas abriram os pacotes e encontraram dois bonitos livros, com páginas tão brancas e puras quanto à neve que começa a cair. Mas nada havia escrito. Todas as páginas estavam em branco.
Muitos meses se passaram e a fada veio novamente aos meninos.

- Eu lhes trago outro livro - disse - e levarei de volta o primeiro que lhes dei. Os meninos pediram à fada para dar mais uma olhada nos livros que seriam levados, e ao abrirem encontraram todas as páginas escritas.

Algumas páginas foram desenhadas com cores douradas, prateadas e outras cores brilhantes, outras com bonitas flores, e ainda outras com arco-íris suaves e brilho delicado. E entre páginas com bonitos desenhos apareciam algumas com rabiscos negros.

- Quem fez isto? - perguntaram - Todas as páginas estavam em branco e agora não há um único espaço em branco no livro inteiro!

- Vou lhes explicar alguns dos desenhos. Disse a fada, sorrindo aos dois meninos.

- Estas rosas floresceram nesta página quando você preferiu a verdade à mentira; e este bonito pássaro, que parece estar cantando com toda a sua força, nunca estaria nesta página se você, noutro dia, não tivesse optado por ser amável e agradável ao invés de optar por uma discussão brava dentro de casa.

- Mas e este borrão? perguntaram.

- Isso veio quando você disse uma mentira, e este quando você optou pela vaidade, pelo dinheiro, pela omissão.

- Estes livros devem agora voltar para a estante do tempo, mas eu lhes trouxe, para cada um, um novo livro. Talvez vocês possam torná-los ainda mais bonitos do que os primeiros.

Assim dizendo, desapareceu, e os meninos foram deixados sozinhos, mas cada um tendo em sua mão um novo livro aberto na primeira página.

E nas costas destes livros estava escrito em letras de ouro: "para o novo ano".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com