7 de junho de 2014

Em "grampo", Éder diz ter viabilizado R$ 7,5 mi para Lúdio

Mídia News
Éder

Lúdio

Faiad

Em interceptação telefônica feita pela Polícia Federal com autorização da Justiça Federal, o ex-secretário de Estado, Eder Moraes, revela que foi o responsável em arrecadar R$ 7,5 milhões para a campanha do ex-vereador Lúdio Cabral (PT) a prefeito de Cuiabá nas eleições municipais de 2012. A quantia corresponde a 79% do valor declarado pelo petista à Justiça eleitoral. Conforme sua prestação de contas, o montante gasto correspondeu a R$ 9,4 milhões.

Em conversa gravada pela Polícia Federal em fevereiro deste ano com o chefe de gabinete do governador Silval Barbosa (PMDB), Silvio Cézar Correa, Eder lembra os bastidores da campanha do petista que só perdeu para o prefeito Mauro Mendes (PSB) após o segundo turno. "Eu arrumei R$ 7,5 milhões para campanha dele com grupos ai que você conhece", detalha.



Éder ainda reclama que o ex-presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Francisco Faiad, candidato a vice-prefeito na chapa, estaria atraindo seus cabos eleitorais. Eder e Faiad são pré-candidatos a deputado estadual pelo PMDB nas eleições deste ano. “Tô te ligando para dar um toque aí. É... esse doutor Faiad, companheiro, amigo, irmão, é... ele tem um pessoal dele aí, que trabalha para ele na campanha e tal, beleza. Sempre respeitei, nunca invadi a área. Diferente dele que tentou arregimentar um pessoal meu, que historicamente nas últimas dez eleições estão comigo, tanto para apoiar o Silval quando ele foi governa ..., candidato a governador, tanto para apoiar o Blairo, enfim, porque é o grupo Senadão aí que são trezentas e poucas associações ou entidades”, diz trecho da conversa.

Ao receber a concordância de Silvio Côrrea, Eder Moraes prossegue com a conversa e dá mais detalhes do assédio de Faiad ao seu grupo político eleitoral. A partir daí, ele revela que ficou pendências financeiras na campanha eleitoral de 2012, da qual atuou como coordenador político da chapa composta pelo PT-PMDB com Lúdio Cabral e Francisco Faiad.

No entanto, afirma que não está preocupado em resolvê-las deixando os credores sem nenhuma resposta. “Ele achou e eu deixei para ver até onde ele ia, que ele ia ficar com o Edio né, com o Benjamin, com o Valter, com essa turma aí que sempre estiveram comigo, mas eu esperei a hora certa. Porque ficou algumas coisinhas de campanha para resolver que ele resolveu, problema é dele, ele que se foda, a campanha é dele, o candidato a prefeito foi ele e o outro, não fui eu. Eu arrumei sete milhões e meio para a campanha dele de doação, com grupos aí que você conhece, então ..”

Em determinado momento da conversa, Eder pede ajuda para Silvio interceder junto ao Executivo e assim pôr fim ao assédio de Faiad em sua base política eleitoral. Em tom ameaçador, diz até que o governo do Estado poderia enfrentar uma briga da sua equipe administrativa.“Eu apenas estou com o meu grupo em não aceito eles virem furar meu olho. E vai ter briga feia

mesmo, eu sempre disse isso. Já disse isso ao governador também, enfim. Então só para ficar o alerta aí, né? O Faiad se recolher no canto dele e buscar as lideranças dele em vez de ficar com concorrência predatória, tentando arrancar quem já está dentro do grupo, eu quero que ele se exploda. (...) Vai acabar daqui a pouco tendo uma briga aí que vai cair para dentro do governo, e isso é um alerta”, comentou.

Reprodução
Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com