20 de junho de 2014

Japão domina Grécia, mas ataque inoperante determina o empate sem gols

japao natal
O que diferenciou o primeiro e o segundo jogos da Grécia na Copa do Mundo de 2014 foi o adversário. Se na estreia a equipe grega levou 3 a 0 da boa seleção da Colômbia, nesta quinta-feira, em Natal, segurou o empate por 0 a 0 apenas porque enfrentou o Japão, cujo poder de fogo é bastante limitado.
Ficou evidente nos dois jogos que a retranca da Grécia não impõe mais respeito. A estratégia persiste, o que mudou, para pior, foi a eficiência. Mesmo com dez homens atrás da linha de meio-campo durante os 90 minutos na Arena das Dunas, o time grego permitiu ao Japão fazer seu jogo, trocar passes com liberdade e rondar com perigo o gol de Karnezis. Faltou um centroavanate qualificado para balançar as redes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com