2 de março de 2015

Pela 1ª vez, família Maggi integra lista de bilionários do mundo

CAMILA RIBEIRO

Três integrantes da família Maggi - entre eles, o senador Blairo Maggi (PR), apareceram – pela primeira vez – na lista dos bilionários mais ricos do mundo. O levantamento foi divulgado nesta segunda-feira (02), pela revista norte-americana Forbes.

Além de Blairo, aparecem como bilionários da família a matriarca do Grupo André Maggi, Lúcia Maggi, e o diretor-presidente da Divisão Agro do conglomerado, empresário Itamar Locks. Ele é genro de Lúcia, casado com Vera Lúcia Maggi Locks.


Conforme levantamento da Forbes, cada um deles tem uma fortuna estimada de US$ 1,2 bilhão, o que equivale a aproximadamente R$ 3,46 bilhões.

Ainda de acordo com os números divulgados, entre os brasileiros, os três ocupam o 37º lugar no ranking. Levando em consideração o ranking mundial, eles figuram na 1605ª colocação.

Atualmente, o grupo Amaggi é uma das maiores companhias da América Latina no ramo do agronegócio e é formada por quatro grandes áreas de negócio: Commodities, Agro, Navegação e Energia.

Brasileiros “em baixa”

De acordo com a revista norte-americana, houve uma redução no número de brasileiros bilionários que compõem o rol de mais ricos do mundo.

No ano passado, 65 brasileiros integravam a seleta lista. Já em 2015, este número caiu para 54 pessoas.

Um dos motivos apontados para o “encolhimento” de brasileiros bilionários é a crise econômica que atinge o país.

Juntas, as fortunas dos brasileiros somam US$ 181,2 bilhões, uma queda de 5,42% em relação a 2014, de acordo com a Forbes.

Top 5 Brasileiros

Entre os brasileiros, o mais bem posicionado é o empresário Jorge Paulo Lemann (26º no ranking mundial).

A Forbes aponta uma fortuna estimada em US$ 25 bilhões. Lemann é o maior acionista da Ambev, Burguer King e sócio da gestora 3G Capital.

Em segundo lugar, aparece o banqueiro Joseph Safra, com uma fortuna estimada em US$ 17,3 bilhões. No ranking mundial, ele está 52ª posição mundial.

A terceira colocação (89º lugar mundialmente) é ocupada por Marcel Telles, com fortuna de R$ 13 bilhões.

Ele é sócio de Lemann na AB InBev, dona da Ambev, e figura no 89º lugar no ranking mundial.

No quarto lugar entre os brasileiros está Carlos Alberto Sicupira, também sócio dos milionários Lemann e Telles na companhia. Ele possui fortuna de 11,3 bilhões e, mundialmente, ocupa a 110ª posição.

Completam o “top 5” dois brasileiros: os irmãos José Roberto, Roberto Irineu e João Roberto Marinho, sócios das Organizações Globo, com US$ 8,2 bilhões cada um. No ranking mundial, aparecem no 165º lugar.

Veja a lista dos 10 mais ricos do mundo:

1.         Bill Gates: US$ 79,2 bilhões

2.         Carlos Slim Helu e família: US$ 77,1 bilhões

3.         Warren Buffett: US$ 72,7 bilhões

4.         Amancio Ortega: US$ 64,5 bilhões

5.         Larry Ellison: US$ 54,3 bilhões

6.         Charles Koch: US$ 42,9 bilhões (empate)

7.         David Koch: US$ 42,9 bilhões (empate)

8.         Christy Walton & família: US$ 41,7 bilhões

9.         Jim Walton: US$ 40,6 bilhões


10.       Liliane Bettencourt & família: US$ 40,1 bilhões

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com