20 de março de 2015

Prefeito de Juruena, Cicílio Rosa Neto, é preso sob a acusação de fugir com veículo público

A polícia efetuou a prisão do prefeito de Juruena, Cicílio Rosa Neto (PMDB), acusado de fugir da cidade com o veículo, caminhonete L-200, da prefeitura, mais precisamente da Secretaria Municipal de Educação, na tarde de ontem (19).

Conforme foi apurado, o gestor foi encontrado na cidade de Aripuanã, quando estava resolvendo problemas de interesse pessoal e de interesse do município. Ele alegou que foi abordado pelos policiais que diziam que o veículo a qual estava era furtado.

Portanto, no mandado de prisão, expedido pela Polícia Judiciária Civil (PJC) de Juruena, Cicílio havia sido suspenso do cargo público e denunciado pelo vice-prefeito, Raimundo Manske, por ter fugido com a caminhonete do poder público.

Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Aripuanã e aguarda, detido, a decisão da justiça.

Cassação

Na delegacia o prefeito explicou que a Câmara Municipal de Vereadores fez uma auditoria e uma sessão, afastando o mandato dele. Segundo Cicílio, os vereadores alegam que ele desviou recursos públicos para a conta da irmã, usado na construção de uma empresa na cidade.

Mas ele afirma que até o momento da prisão não havia recebido nenhuma notificação por parte do legislativo, informando a cassação. E que ficou sabendo da posse do vice-prefeito durante a viagem.

A assessoria jurídica da Prefeitura informou que a câmara cerceou o direito de resposta do prefeito e que vai recorrer na justiça da decisão. Disse ainda que dois suplentes que não deveriam estar participando da seção votaram.


Um pedido de liminar com a finalidade de derrubar o decreto do legislativo foi protocolado na comarca da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com