9 de outubro de 2018

Ficam sem representação política importantes regiões do Mato Grosso

Dr João: único deputado eleito em Tangará da Serra

Cerca de meio milhão de matogrossenses residentes em municípios das regiões de Diamantino (Médio Norte), Juína (Noroeste) e Alta Floresta (Norte), ficarão sem representação política a partir de 1 de janeiro vindouro, na Assembleia legislativa e Câmara Federal. 

Por pouco, Tangará da Serra (Sudoeste) não ficará também. 

Neste município, o eleitorado regional não renovou os mandatos dos dois deputados estaduais Wagner Ramos (PSD) e Saturnino Masson (PSDB).

Por um triz foi eleito o médico nefrologista João Mattos (MDB) que concorreu a uma vaga na AL com apoio do prefeito tangaraense Fábio Junqueira e alguns vereadores.

João Mattos, popularmente conhecido por Dr. João, será assim, o único parlamentar para atender as demandas dos municípios de todas essas regiões órfãs. 

Não é que faltaram candidatos nas regiões mencionadas. 

Juína, por exemplo, teve pelo menos quatro candidatos disputando o pleito. O que mais se avizinhou de uma vaga na Assembleia Legislativa foi o ex-prefeito da cidade, Hermes Bergamim (SD). 

Em Alta Floresta, também concorreram pelo menos 5 nomes da política regional. Entre eles, o deputado Romualdo Júnior (MDB), que não foi reeleito e Maria Izaura Dias (PDT), ex-prefeita e ex-deputada estadual que não conseguiu votos suficientes para eleição.

Na região Médio Norte, Werner Santos (PP), irmão do senador Cidinho Santos (PR), andou muito longe de uma vaga na AL. 

Outros nomes também se aventuraram por vagas nos legislativos estadual e federal. Em Tangará da Serra, Vander Masson (PSDB) e Rogério Silva (MDB) queriam ser deputados federais e além de Saturnino e Wagner, o médico Lidioney (PSL) e Éster Ferreira (DEM) queriam atuar na AL. 

O eleitorado local, principalmente, não deu votos suficientes para eleição destes.

Resta agora aos municípios dessas regiões prepararem o canequinho para mendigar alguns pingos de bondade dos parlamentares eleitos noutras localidades. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com