19 de março de 2008

MP propõe 137 ações civis contra crimonosos ambientais

A Promotoria de Justiça de Altamira (777 km de Belém), um dos 36 municípios da lista suja do desmatamento, está cobrando na Justiça a reparações de danos materiais como o reflorestamento de áreas desmatada e o pagamento de indenizações por dano moral referentes a crimes ambientais notificados pelo Ibama.

O Ministério Público do Estado propôs 137 ações civis públicas contra empresas ou pessoas a partir das autuações feitas pelo Ibama desde 1999.

O promotor Eduardo Falesi, autor das ações, disse que a devastação florestal no município é ¨alarmante¨ e as sanções impostas aos crimes ambientais na legislação são brandas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com