23 de abril de 2011

TCE responde consulta feita pela Câmara de Vereadores de Tangará da Serra

É possível a cessão de dívida ativa para instituições financeiras por parte dos órgãos do poder público. A resposta foi dada à consulta feita pela Câmara Municipal de Tangará da Serra e aprovada por unanimidade na sessão do TCE. O relator do processo, conselheiro Antonio Joaquim, concordou com as considerações do voto vista do conselheiro Waldir Teis.

Teis alertou que a escolha da instituição financeira cessionária deverá ser feita por meio de licitação realizada pelo próprio órgão. Ele completa que a contabilização dos valores deve ser feita como receita corrente e pode ultrapassar o exercício financeiro se a cessão da dívida ativa for parcelada.

Somente se a instituição financeira efetuar uma antecipação do total da dívida ativa é que esses valores devem ser lançados contabilmente como empréstimo, e nesse caso, deve ser respeitado o limite de endividamento, bem como as demais normas relativas aos empréstimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com