9 de maio de 2011

Péssima merenda pode influenciar negativamente no rendimento escolar

Entre 50 a 60 por cento dos alunos da rede pública de ensino chegam à hora do recreio tomados pela fome. É que muitos deles, além de acordarem cedo de mais, ainda saem de casa sem quebrar o jejum.

Felizes são os alunos que recebem no chamado "intervalo", uma porção digna para sua alimentação.

Certamente, a primeira comidinha do dia.

Fico imaginando a situação daquelas crianças carentes que no "intervalo" são obrigadas a comer porções que em nada contribuem para sua saúde.

Estou convencido que o tipo de merenda servida am algumas escolas está matando intelectualmente nossos alunos. Sem comida, fica difícil aprender. Fica fácil transformar crianças em cidadãos revoltados com a escola e a vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com