8 de junho de 2014

Influenza H1N1: A fraude que foi… o Perigo que está por chegar

Por Luis R. Miranda
The Real Agenda


Gostaria de uma vacina contra a gripe comum, misturada com um vírus H1N1? Como você se sentiria se esta vacina fosse obrigatória? As pessoas não acreditaram a fraude do ano passado, mas como na melhor das seqüelas de Hollywood, os vilões se tornaram mais agressivos do que nunca. As empresas farmacêuticas estão trabalhando em um plano destinado a, através de seus governos controlados, proibir as pessoas ir à escola, trabalhar ou ter uma vida normal, se não se injetam com seus produtos tóxicos. Os controladores chegam de mãos vazias, como no ano passado, sem estudos científicos, e sem ciência.

Festa junina em outubro.....

Autor desconhecido

Empenho em favor do interior de Mato Grosso

Jorn. Dorjival Silva

Estimados amigos, benévolas amigas, precisamos trabalhar por dias melhores e com mais esperança para nossa região noroeste de Mato Grosso.

Temos vivido os últimos anos em verdadeiro abandono dos governos federal e estadual. Nem preciso dizer que essa falta de atenção e respeito com os cidadãos do interior mato-grossense fez declinar a saúde, segurança, educação, condições de tráfego, etc., para os níveis mais baixos possíveis.

Pior que isso é não ter presenciado nenhuma ação parlamentar visando alterar nossa realidade. Vivemos um caos na região noroeste de Mato Grosso. E ninguém faz nada para melhorar a vida da população.

Nosso povo mais simples sofre, amarga as piores humilhações em razão do desprezo das autoridades governamentais, que durante os últimos anos focaram suas ações somente nas obras inacabadas da Copa.

Essa realidade precisa ser alterada. Não devemos aceitar que essa penúria de nossas populações dos municípios interioranos continue. A região não deve continuar desamparada. Seu povo não merece esse abandono e desdém.

Está em nossas mãos mais uma vez a oportunidade de valorizar o que precisa ser valorizado e se empenhar em favor da coletividade regional.

Abraços a todos.

Dorjival Silva

"Não sou obrigado a gostar", diz Neymar Jr. sobre trabalho de Bruna Marquezine

O apresentador Luciano Huck foi a Barcelona e entrevistou o jogador Neymar para o quadro "Reis da Bola", do "Caldeirão". Entre os assuntos abordados, Neymar afirmou ser ciumento, brincou dizendo que deixou de gostar de novelas e revelou já ter chorado por mulher.
"Nem vejo [a  novela 'Em Família']. É complicado ver. Claro que eu tenho ciúmes. Sou ciumento. É trabalho, mas pô... Trabalho, a gente entende, beleza, mas a gente não é obrigado a ver", disse Neymar. "Sou noveleiro, [mas] deixei de gostar esses tempos atrás", acrescentou, aos risos, sugerindo que tenha abandonado às novelas devido às cenas de Luíza (Bruna Marquezine) com Laerte (Gabriel Braga Nunes) na novela das nove da Globo.

Pré-candidato do PCB à Presidência defende fim da PM e ação de black blocs em protesto

mauro iasiMauro Luís Iasi, 54, é o pré-candidato do PCB (Partido Comunista Brasileiro) à Presidência da República nas eleições de outubro. Avesso a costuras políticas, o professor da Escola de Serviço Social da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) afirmou ter consciência das limitações de sua campanha, mas disse não abrir mão de compor uma alternativa socialista em um cenário eleitoral que, segundo ele, resume-se a “aspectos superficiais”. Ao UOL, ele declarou ainda ter abraçado bandeiras das manifestações que eclodiram em junho de 2013 e argumentou em favor de temas como o fim da Polícia Militar e a ação dos black blocs, entre outros.
Iasi, que participou da fundação do PT, na década de 80, integrou o time que coordenou a primeira campanha presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva, em 1989, quando o ex-presidente e símbolo do Partido dos Trabalhadores duelou com Fernando Collor de Melo. “Eu tenho experiência de fazer campanha, um pouco contra a minha vontade”, disse ele, que deixou o PT em 2004. “Nós atuávamos desde o marketing até o planejamento da campanha. (…) era um esforço monumental para apresentar o Lula não do jeito que ele era, mas sim para fazer com que ele parecesse um candidato. Isso em questões mínimas, como a forma de se colocar. A grande força dele era a autenticidade”.

Apostador do RN leva prêmio de R$ 31,5 milhões na Mega-Sena

mega_senaUm sortudo da cidade de Macaíba, no Rio Grande do Norte, acertou as seis dezenas da Mega-Sena e levou sozinho o prêmio de R$ 31,5 milhões sorteados neste sábado (7). Os números sorteados no concurso nº 1.606 foram 01-15-37-42-46-54. Ao todo, 101 bilhetes acertaram a quina e 9.327, a quadra. Para o próximo sorteio, a ser realizado no dia 11 de junho, a estimativa do prêmio é de R$ 3 milhões. As apostas podem ser feitas até as 19h de Brasília do dia do sorteio, com valor mínimo de R$ 2, em qualquer lotérica do país.

Aprovação de Felipão hoje é maior do que antes da conquista do penta

Segundo pesquisa da Folha de São Paulo, o técnico Luiz Felipe Scolari de 2014 é mais popular do que o Felipão de 2002, que viria a ganhar a Copa. Pesquisa Datafolha mostra que, às vésperas do Mundial, nenhum treinador brasileiro nos últimos anos registrou aprovação tão alta quanto a de Felipão agora. Entre os entrevistados, 68% classificaram como ótimo ou bom o trabalho do técnico, enquanto 14% o avaliam como regular e 2% como ruim ou péssimo. O índice dos que não souberam responder foi de 16%. A informação é da Folha de São Paulo.

Votos brancos e nulos estão mais irritados com Dilma

voto brancoA coluna Painel destaca que os eleitores que pretendem votar nulo ou em branco estão mais irritados com Dilma Rousseff (PT): 46% dizem que não a apoiarão de jeito nenhum. No mesmo grupo de desiludidos, 22% rejeitam votar em Aécio Neves (PSDB) e 18% descartam Eduardo Campos (PSB).

Lula cobra ação do PT contra desgaste criado por corrupção

lula campanhaPreocupado com o reflexo que recentes suspeitas de corrupção e outras irregularidades envolvendo petistas podem ter na campanha eleitoral deste ano, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva orientou a cúpula do partido a responder com rapidez sempre que surgirem casos como o do deputado estadual Luiz Moura (PT-SP), flagrado numa reunião com membros da organização criminosa PCC.
A ordem é dar “respostas imediatas”, segundo um interlocutor de Lula, seguindo padrão adotado no caso do deputado André Vargas (PT-PR), que foi forçado a se desfiliar do partido após a revelação de sua ligação com o doleiro Alberto Youssef, acusado de comandar um esquema de lavagem de dinheiro. “Ou a gente endurece no tema corrupção, ou podemos ir para casa”, disse um aliado da presidente Dilma Rousseff, que concorre à reeleição.
Na avaliação da cúpula do PT, casos como o de Vargas e Moura são especialmente danosos para a imagem do partido por associarem petistas a criminosos comuns. “Isso desgasta muito mais”, lamenta um interlocutor de Lula. O partido sofreu nos últimos anos por causa do escândalo do mensalão, que levou à prisão ex-dirigentes como o ex-ministro José Dirceu, mas muitos eleitores associam o caso a crimes de natureza política, o que provocaria desgaste menor do que o causado por Vargas e Moura.

Ex-presidente da CBF tem R$ 100 milhões em conta secreta

ricardo teixeiraO ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, teria mais de 30 milhões de euros (cerca de R$ 100 milhões) em uma conta secreta em Mônaco. A informação foi revelada pelo jornal eletrônico francês Mediapart, como parte de uma investigação conduzida sobre o banco Pache, uma filial do grupo Credit Mutuel.
O caso estaria sendo investigado pelas autoridades monegascas por lavagem de dinheiro, num processo conduzido pelo juiz Pierre Kuentz. Em gravações realizadas pela Justiça e obtidas pelo jornal francês, o nome de Teixeira é citado pelo diretor do banco, Jürg Schmid.

Maus-tratos de Dilma podem virar atração na TV

Deu no Cláudio Humberto:
20130620052924_cv_DILPENSANDO20130605024649_cv_dilmarezando_gde_gdeA oposição trabalha para levar à TV, na campanha, testemunhos de funcionários dos palácios do Planalto e da Alvorada supostamente ofendidos pela presidenta Dilma Rousseff. Como o caso da camareira que teria tomado uma bordoada, após pegar um colar diferente do solicitado pela patroa temperamental. Ou os médicos e militares, ajudantes de ordem, que, maltratados, passaram a enfrentar até problemas emocionais.
INSUPORTÁVEL
Entre as histórias mais marcantes de bullying de Dilma: levou uma oficial da Marinha, indignada, a abandonar sua ajudância de ordens.
EU AVISEI…
Ex-ministro muito ligado a Dilma, hoje em campanha no seu Estado, chegou a adverti-la para possível denúncia de serviçais maltratados.
EXCESSOS
Impaciente e intolerante a falhas, Dilma dá broncas consideradas desproporcionais sem olhar a quem, de ministros à camareiras.

Convenção do grupo de oposição deve ocorrer no dia 27

Senador Pedro Taques, jornalista Dorjival Silva (Pres. do PDT/Brasnorte) e Maria Isaura
(ex-prefeita Alta Floresta)

O grupo de oposição, liderado pelo senador Pedro Taques (PDT), deve realizar as convenções partidárias no dia 27, segundo o presidente do PDT no Estado, o deputado Zeca Viana. 


As legendas teriam decidido não deixar a definição para o prazo final (dia 30) para garantir um palanque forte para o pedetista. A intenção é evitar que parte das siglas que, até agora declaram apoio a Taques, sejam assediadas pelos adversários e mudem de ideia na última hora. 

Até o momento, 13 partidos compõem arco de alianças do senador: PDT, PSB, PPS, PSDB, DEM, PTB, PP, PV, PRP, SD, PRB, PSDC e PSC. Espera-se que, com esse time, Taques consiga mais de 10 minutos na propaganda eleitoral no rádio e televisão. 

O espaço na mídia é uma preocupação para o grupo, tendo em vista que as legendas governistas somam maior bancada na Câmara Federal e, consequentemente, terão mais tempo para sua campanha. 

Para se ter uma ideia, se a aliança governista se limitasse apenas ao PT e PMDB, o candidato já teria quase sete minutos na propaganda eleitoral gratuita. 

CHAPAS PROPORCIONAIS – Os oposicionistas também já discutiram a formação das chapas proporcionais (de candidatos a deputado estadual e também a federal). 

Para obter resultado mais satisfatório no pleito deste ano, resolveram buscar ajuda de profissionais em matemática que devem fazer cálculos sobre quantos votos serão necessários para eleger o maior número de candidatos possível. 

Será levado em consideração, para isso, o desempenho das siglas no pleito de 2010, além de outras particularidades. 

Atualmente, os partidos que apoiam Taques têm oito representantes na Assembleia Legislativa. Para 2015, a expectativa é de aumentar essa representatividade. 

A primeira estratégia aprovada pelo grupo para atingir este ideal foi rejeitar a participação do PR na chapa. Os oposicionistas acreditam que os republicanos acabariam levando a melhor na eleição por já contarem com nomes de grande expressão do Legislativo e que devem disputar a reeleição. Diário de Cuiabá