22 de fevereiro de 2015

Filiação de Eraí no PSD pode favorecer Taques na AL

MARCOS LEMOS

As articulações em torno da chegada de Erai Maggi e seu grupo político ao PSD, mesmo não passando pelo governador Pedro Taques (PDT) poderá consolidar uma maioria dentro da Assembleia Legislativa para o Poder Executivo que necessitará de votos a partir dos próximos dias para conseguir viabilizar os projetos de seu interesse, como a reforma administrativa e outras matérias que mexem com muitos interesses políticos.

A eleição da Mesa Diretora encabeçada pelos deputados, Guilherme Maluf (PSDB) como presidente e Nininho (PR) como 1º secretário com o apoio de outros 14 deputados já sinaliza que o governador Pedro Taques terá facilidades na relação com o Parlamento Estadual que tem capacidade tanto de ajudar como de atrapalhar o desempenho do chefe do Executivo Estadual.


Mas, a chegada de novos parlamentares sempre é bem vida para qualquer gestor público, tanto que dos quatro deputados eleitos pelo PSD, a possível exceção quanto apoio seria de Janaina Riva que é filha de José Riva. Os demais eleitos, José Domingos, Gilmar Fabris e Pedro Satélite são parlamentares antigos e com independência de atuação, além de serem do interior, o que reforça a facilidade na construção de diálogos quanto a apreciação de matérias de interesse do Estado.

Em que pese o governador Pedro Taques ter mantido a imparcialidade em relação à Assembleia Legislativa em seus posicionamentos públicos e também quanto aos deputados estaduais, além de ter dado garantia de que os pedidos a serem formulados seriam todos republicanos, ou seja, de interesse de Mato Grosso e da população, a busca de uma folgada maioria representa facilidades e agilidade na tramitação de matérias, por isso, ao contar com o apoio de parte dos deputados do PSD, a situação política do governo do Estado estaria fortalecida, caso Eraí Maggi realmente chegue ao PSD com o cacife de líder político dado pelo ministro das Cidades, Gilberto Kassab.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com