7 de maio de 2011

Desembargador declara que "não passaria no Exame de Ordem"

Ao declarar que nos dias atuais "não passaria no Exame de Ordem", o desembargador Sylvio Capanema, ex-vice-presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, levantou novamente as discussões sobre a formulação e aplicação do Exame.

Segundo ele, as "provas da OAB estão num nível de dificuldade absolutamente igual às da defensoria do Ministério Público e, se bobear, da magistratura", diz.

Baseando-se na declaração do desembargador, não é de espantar que as últimas edições do Exame de Ordem registrem índices elevados em reprovação, entre 80% e 90% em algumas na subsecção de nosso estado. Os dados apontam que já está mais que na hora deste processo de avaliação ser revisto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com